quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010


Quadrilha

(Em homenagem ao autor Carlos Drummond de Andrade)


Era festa junina

ela não tinha par

para quadrilha.


Entraram na roda

Dançaram a três:

ela, a amiga

e o namorado

da amiga.


Mudou a música

Mudou a trilha

Entraram na roda

Dançaram a três:

ela, a amiga

e o ex-da amiga.


Mudou a música

Mudou a trilha

Entraram na roda

Dançaram a três:

ela com o ex-da amiga

e a amiga.


Mudou a música

Mudou a trilha

Entraram na roda

Dançaram a três:

ela com o ex-da amiga

e a ex-amiga.



A festa acabou.

A música parou.

A trilha mudou

A roda se desfez.

Dançou: ela,

o ex-dela e da amiga

e mais a ex-amiga.

15 comentários:

Gusto Vibe disse...

Legal!
Gostei...
Serve de alerta para muitos casais e amigos, ...ou ex!!!......
A música toca tudo vai bem,
A música pará, e quem toca o coração...
.....vai, não sei se de bem...

Abraços...

Batom e poesias disse...

Muito bom Andréa. Adorei sua casa e voltarei mais vezes com mais calma.

bjs
Rossana

Paulo Rogério disse...

Com razão! Muita coisa depende do ponto-de-vista, do referencial. Toda certeza se esvái no próximo passo da dança... Beijos!

Mailson Furtado disse...

Muito bom Andrea... excelente homenagem ao genial Drummond!

Renata de Aragão Lopes disse...

EXCELENTE, querida!

Ainda bem que me convidou
para ler este poema!

Ando tão atarefada,
que, há algum tempo,
quase não circulo
pelos blogs que admiro.

Logo, logo,
saberá o porquê! : )

Um beijo,
doce de lira

Ps: não faz ideia
do quanto o poema
tem a ver comigo! (risos)

meus instantes e momentos disse...

bom, muito bom.
Foi bom conhecer teu blog,foi bom te conhecer, foi muito bom vir aqui...
Volto com certeza...
Apareça sempre.
Maurizio

Mailson Furtado disse...

Estou enviando-te este comentário para narrar a minha felicidade de poder ganhar o seu apreço pela arte que realizo.

Descobri em você uma grande escrita e uma grande poetiza, e apesar de não termos trocado ideias ainda, vejo em ti uma grande pessoa.

Beijos Andrea, acho que posso dizer de seu mais novo amigo,

Mailson Furtado

Desengavetados disse...

Quero agradecer a todos vcs pelas visitas, pelos comentários que surgem e me levam a refletir demais essa arte!
Fico contente por trazer à tona certas questões e experiências...é bacana saber que muitos de vcs se identificam com a minha poesia.
Grata pelos elogios, pelas visitas e críticas.
Amei!Fiquem de olho na próxima postagem e nos escritos que vou desengaventando com o decorrer do tempo...
Bjosss!
Andréa de Azevedo.

Vitória disse...

Pode parecer meio óbvio, mas não consigo achar outro adjetivo pra esse texto que não seja criativo. Foi o que pensei quando vi: "que... (pausa, mais ainda) criativo isso!"
Parabéns e muito, muito obrigada por me ler... Desculpa a demora pra te responder, é que sou meio lenta, sabe.... :)
Beijos

Thiago Elloard disse...

Gostei bastante desse texto, bem cômico. rsrs
beijao!

Abismo do Obscuro disse...

Esse texto me lembra o fenômeno social do "fura-olho" (quando uma pessoa tenta conquistar o/a namorado/a da/o amiga/o_). rs

Infelizmente tem gente que não respeita o compromisso alheio.

Você poderia remover o captcha das postagens, facilitaria para comentarmos mais rápido.

Desengavetados disse...

rsrrs

Vitória, volte sempre quiser...mesmo se houver uma demora...

Thiago, tb acho esse texto cômico.

"Abismo do Obscuro",

Cada um tem mesmo uma visão do texto rs, eu já não o vejo assim como vc. Mas o texto literário tem seus múltiplos sentidos rs

Quanto ao "captcha", nem sei do que se trata rsrsr ainda estou me adaptando a essa mídia chamada blog, rsrsr quando eu aprender, prometo que tiro o q me pediu. rsrsr

Beijos a todos!

Andréa de Azevedo.

Abismo do Obscuro disse...

Andréa,

O captcha é um código de validação de comentários com letras que podem montar palavras, assim como letras e números montando códigos alfanuméricos. Cada pessoa que vem postar aqui deve responder um código aleatório que confirma que quem posta é uma pessoa, não um programa de mensagens múltiplas.

Aprendi a usar blog na marra e valeu a pena, a cada mês vasculho algo aqui e aprendo novas coisas.

Beijos.

Rhalyne disse...

Andréa, ainda não tinha lido este até que agora Vitória me mostrou, muito, muito bom.
Parabéns e muito sucesso!
;)

Desengavetados disse...

Essa poesia me rendeu muitos comentários, fruto de uma experiência pessoal rs

Que bom q tb gostou, Rhalyne!

Bjoss!

Andréa.