quarta-feira, 20 de julho de 2011



Um motivo
Uma pétala arrancada
que seja!
precisa virar poesia.

Eu que de poeta deixei a boemia
Pus meu violão na capa e parti.
Eu que de poeta deixei
uma sombra pálida e muitos a esperar
com algumas palavras.

A retornar...

Um motivo
Uma folha arrancada
que seja!
precisa virar poesia.

Precisa virar poesia
para que as palavras
sejam espanadas do tempo rotina.

Sentido da vida
Sentida é a vida
por querer poesia.

Um motivo
Um verso arrancado
que seja!
precisa virar poesia.

2 comentários:

Godet disse...

"Um motivo
Um verso arrancado
que seja!
precisa virar poesia."

E que bela poesia!!!

Lorde Wenceslau disse...

Quase consigo sentir um ritmo musical nesse seu poema.
Muito bom!

Evoé!