sábado, 23 de maio de 2009

Marca autoral

Ser escritora é ter uma alma penada solta pela noite. É ficar em transe por alguns segundos de ficção... Eis me aqui, meus caros! O conto nasceu prematuro após 6 meses de formação e ainda está sujeito a alterações. Não se acanhem e puxem logo essas gavetas para opinar!!! Quero sugestões nesses comentários.

5 comentários:

f@ disse...

Solta sempre o que sentes...

com a forma como escreves vale tudo...

imenso beijinho

Godet disse...

Faz tempo que vago...e não encontro teus novos escritos. Onde estás? bjs

Renata de Aragão Lopes disse...

"Ser escritora é ter
uma alma penada
solta pela noite."

Ter ou ser? (risos)
Gostei.

Um beijo,
doce de lira

Desengavetados disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Desengavetados disse...

"Ter",pois ela está dentro do "ser" rs